História – Pilotos incríveis e suas máquinas voadoras

outubro 8, 2009

É fato que o fusca é um carro feito pra usar. Rústico, simples e forte, disso ninguém duvida.

O seu motorzinho refrigerado a ar é um dos grandes responsáveis por toda essa resistência, e equipou por décadas toda uma família de carros da montadora alemã.

Outra verdade irrefutável é que a década de 70 eram os anos loucos e o senso de segurança era outro, não se tinha cinto de segurança, freios abs ou air bags e sendo assim o negócio era juntar com a galera pra dar umas voltas no autódromo de Nurburgring na Alemanha com seus Air cooleds e afins a toda velocidade no melhor estilo “para o alto e avante”, sem medo de dar merda. O vídeo abaixo ta aí pra provar isso. A câmera filma apenas uma curva e registra todo tipo de insanidade. Começa leve com alguns fusquinhas derrapando, outros modelos vw perdendo o controle, até que um modelo bem parecido com a nossa TL ou Karmman ghia TC capota feio, mas não tem mimimi não, entra uma galera e desvira o carro, para liberar a pista. Daí pra frente é um Deus nos acuda de derrapadas, capotadas e sandices em geral.

Segue a decupagem do TOP 6:

1 – 1′:08″ – Fusca vermelho/laranja, capota, e para em “pé”, repare no vidro do passageiro sendo quebrado na parada, obviamente com a cabeça do próprio. Essa deve ter doído.

2 – 1′:24″ – Variant faz a curva em 2 rodas e a galera vibra!!

3 – 1′:50″ – E lá vem ele, munido de muita coragem e idiotice, seu fusca, a pista, a curva, um momento único, o acelerador no talo e o carro fica em duas rodas à direita, joga pra esquerda e… opa, cadê meu carro? Ah! tá aqui.

4 – 2’37” – O que acredito ser uma BMW capota feio, e logo chega a cavalaria, afinal pista parada não tem graça.

5 – 3’01” – La vem ele, o fusquinha vermelho, lento, pneus “palito”, vira, e o próprio “piloto” desvira a máquina.

6 – 3′ 22″ – Com destaque para o fusca conversível que pula em duas rodas, sai da pista, quase capota. Penso no motorista falando pra namorada: “Que isso querida, não tem perigo não, chama tua irmã e o namorado.”

Ahhh, os anos setenta, amor livre, hippies, punks, e uns malucos capotando por pura diversão. Aqueles anos loucos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: